Existem diversas linhas de yoga pelo mundo - ashtanga vinyasa yoga,  hatha yoga, karma yoga, kriya yoga, raja yoga, tantra yoga, kundalini yoga, entre outras -, mas todas comungam do mesmo objectivo: atingir o samadhi, a iluminação da consciência.

Durante a prática, o aluno é aconselhado a prestar atenção à sua respiração, que deve estar em sintonia com o movimento executado e deve ser completa: na inspiração, o ar é sentido a entrar pelo nariz, enchendo depois a caixa torácica e, por fim, o abdómen, e na expiração, o sentido inverso, deixando sair todo o ar de dentro do corpo. Este foco permite-nos distanciarmo-nos e observar como funciona a nossa mente e as reações físicas às posturas.