Esta prática terapêutica combina respiração, relaxamento, alinhamento natural e estados meditativos num exercício suave de ativação, desenvolvimento e armazenamento de chi (energia vital), utilizando também a teoria dos meridianos e dos pontos de acupuntura e de circulação de energia para o fortalecimento de corpo e mente.

Grande parte dos exercícios de chi kung faz uso de visualizações, concentração orientada da mente e domínio da respiração. Estas técnicas podem ser aplicadas mediante várias combinações e graus de intensidade, podendo ou não ser acompanhadas de movimentos. 

O treino regular desta arte aumenta a consciência corporal, a flexibilidade, beneficia o metabolismo, reduz o stress, expulsa pensamentos negativos, revigora o cérebro e é ótimo para a prevenção e cura de doenças, como as provocadas pela idade, por exemplo.