CI20
 

ão. Não tens que te esforçar ao nível dos outros, simplesmente porque nem sequer tens que te comparar com ninguém. Tens que estar ao teu melhor nível, superares-te de forma consistente e continua, evoluindo a cada dia que passe. Se colocares o foco nos outros, vais sempre encontrar alguém que será melhor do que tu - em qualquer coisa - e isso coloca-te numa situação de inferioridade permanente. A ideia de que para ser o melhor tens que superar os melhores até pode ser muito útil na alta performance, mas resulta efectivamente muito poucas vezes. Para as “pessoas normais” é uma ideia normalmente tóxica, injusta e sem nenhum valor. Não tens que te esforçar para estar ao nível de ninguém.  Basta que dês o melhor de ti, que o faças por ti e para estares ao teu melhor nível.

O coaching tem ferramentas sólidas e comprovadas para que possas libertar-te das crenças que te limitam e que te impedem de obter o reconhecimento pelo que realmente és!

CI14
 

Estudos feitos recentemente comprovam que um dos fatores que mais contribui para a motivação do trabalho, é a autonomia. Naturalmente, que ela vem associada a uma maior responsabilização e a uma necessidade de liderança pessoal muito mais consistente.

O coaching dá-te ferramentas para que possas ser mais eficaz no teu trabalho e com isto vais desenvolver a confiança necessária (tua e dos outros) à autonomia no desenvolvimento das tuas funções.

CI16
 

A serenidade e a tranquilidade são alcançáveis sem que para isso seja necessário que se resolvam todas as circunstâncias, por vezes caóticas, à nossa volta. É normalmente uma questão de ressignificação, evitando atribuir às coisas uma importância maior do que a que realmente têm.

Esta serenidade de que fala esta cliente de coaching metta.pt é o fruto de um processo de autoconhecimento e de compreensão de como funciona a sua mente e que factores influenciam as suas decisões. Com base neste novo entendimento, muitos sentimentos perdem energia; e assim libertarmo-nos da culpa, dos ressentimentos e de muitos medos. Abre-se espaço à verdadeira paz interior.

CI17
 

O simples facto de ter alguém com quem conversar - que está disponível para ouvir e para compreender - pode ser fundamental para a nossa própria percepção da realidade e consequentemente para tomarmos melhores decisões.

A maioria de nós tem um crítico interno, permanentemente a julgar-nos e a fazer-nos sentir culpa, vergonha e medo. Por outro lado, não é fácil encontrar nos nossos círculos de relacionamentos, alguém capaz de estar solidário sejam quais forem as nossas opções.

O coach tem ferramentas de escuta ativa; ouve para compreender e não para julgar ou para responder. Provavelmente vai responder com perguntas para que aprofundes as questões. A intenção é que as possas compreender e sistematizar, de forma a que seja mais fácil tomares decisões.

CI18
 

Gerir o tempo é gerir a energia. Ninguém pode gerir o tempo, que é o recurso mais limitado (não se pode recuperar tempo perdido) e mais democrático (todos temos exactamente a mesma quantidade de tempo, todos os dias). Por isso resta dividir a energia que despendemos nas atividades que distribuímos pelo tempo que temos disponível. Não há fórmulas; todos faremos escolhas diferentes, consoante as nossas responsabilidades, interesses e preferências. Mas podemos escolher dar prioridade a algumas actividades em detrimento de outras e podemos aprender a evitar os “ladrões” de tempo e de energia.

Nas sessões de coaching vais encontrar ajuda para compreender o que é realmente importante e formas de manter o foco na tua qualidade de vida.

Pág. 3 de 6