7
 
Gostas de puzzles? Sabes como se monta um?
 
Normalmente, começo por observar a imagem que vem na caixa. De seguida, separo as peças que têm uma face direita, começo a montar as peças de fora do puzzle e com isto já fico com uma estrutura, uma delimitação do espaço. Depois vou procurando as peças para se irem encaixando, à medida que me vão aparecendo, sempre comparando a imagem da caixa, para tentar perceber onde se poderão encaixar. 
 
Agora, já imaginaste o que seria se eu tentasse montar o puzzle sem ter uma imagem de referência? Imagina que eu não tinha uma imagem para me servir de orientação. Como podia eu descobrir onde encaixar as peças? Ficava difícil, não ficava?
 
Mas podia ser pior do que isso! Imagina que além de não ter imagem eu tinha na mesma caixa peças de 2 puzzles. Ficava quase impossível, não?
 
Pois é!
 
Utilizo esta analogia para te demonstrar porque é tão importante definir grandes objetivos para a tua vida. Quando o fazes, vais definir uma imagem do que queres, do que seria uma vida em que te sentirias realmente bem. 
 
É tipo a imagem na caixa do puzzle.
 
A partir desta imagem, vais conseguir perceber melhor como e onde é que as peças se encaixam, e vais perceber quais são as peças que dão de facto estrutura à tua vida!
 
E também vais conseguir entender se alguma peça não é daquele puzzle.
 
Sim, podem aparecer peças que não são daquele jogo. Na vida também é assim, não é? Às vezes aparecem coisas que parecem muito interessantes, mas que na verdade não te servem para nada!
 
Tens que aprender a distinguir as coisas que realmente interessam, daquelas que só parecem interessantes.
 
E para isso, ajuda ter uma imagem do puzzle que queres montar. E é por isto que é tão importante definir objetivos.
 
Para teres uma imagem tão nítida quanto possível do que pretendes alcançar e para encontrares as peças certas para montar o teu puzzle!