Um processo de coaching irá ajudá-lo e apoiá-lo a implementar muitas ferramentas para agilizar a sua vida. O processo é normalmente composto por 10 sessões de aproximadamente  uma hora, nas quais será apoiado a fazer uma avaliação da sua situação atual, serão traçados objetivos a curto, médio e longo prazo, será desafiado na procura de soluções e encorajado a agir de imediato.

Naturalmente que todas estas ações se irão centrar entre as suas preferências, escolhas e necessidades específicas, tornando-lhe possível resgatar o controlo dos seus comportamentos, das suas ações e da sua vida.

A primeira coisa que deve saber quando chega ao processo de coaching é a sua motivação para ele, ou seja, o que pretende como resultado. Tendo o coaching uma orientação vocacionada aos resultados, é importante determinar logo á partida qual é que será o resultado que espera do processo.

Há muitas pessoas que chegam ao processo de coaching sem objectivos claros e definidos. Isso não é um problema, porque os objetivos iniciais das pessoas podem mudar durante o processo, simplesmente porque descobrem que afinal há outras coisas mais importantes do que aquilo que inicialmente pensavam.

Existem várias formas ou modelos de orientação do processo de coaching, dependendo da escola do coach e do contexto em que é praticado, mas todos acabam por tocar os mesmos pontos.

Antes de mais é preciso olhar é a realidade, o ponto em que está, o ponto de partida.

Uma descrição sumária de coaching é o processo de levar uma pessoa de um determinado estado de partida até a um eventual estado desejado. Tomemos como exemplo um sistema de navegação GPS: sabemos que as coordenadas devem ser o mais específicas possível.

Esta especificidade é o primeirro grande desafio da sessão de coaching, uma vez que precisamos aprender a abordar a nossa vida de forma imparcial e desapegada. Para o ajudar a alcançar a maior objetividade possível, o seu coach vai-lhe fazer perguntas que exigirão respostas específicas e descritivas em vez de julgamentos vagos.

Durante esta fase, vai olhar em concreto para todas as circunstâncias da sua vida, mas também para os seus processos interiores e hábitos estão na origem dos seus comportamentos, para compreender todos os fatores que se agrupam na construção da sua realidade.

Mais do que olhar-se ao espelho, o que se pretende nesta fase é que seja capaz de ententer a sua vida como um sistema composto por várias circunstâncias que estão inter-relacionadas entre si, descobrindo o que faz de mais positivo e com melhores resultados e observando também os seus comportamentos negativos e auto-sabotadores.

E se pudesse pedir o que realmente deseja?

Definida a sua realidade e os seus recursos, que são o ponto de partida, torna-se imperativo definir quais são os seus objetivos a longo, médio e curto prazo. Normalmente, temos em mente um sonho distante e que parece inconcretizável. Os sonhos normalmente são objetivos compostos por vários objetivos mais pequenos, que por sua vez também são divisíveis em passos ainda mais pequenos, que possam de facto estar ao seu alcance. Posto isto, há que definir quais são os objetivos prioritários. Imagine uma escadaria imensa: ninguém se atreveria a subi-la de uma vez, mas se pensar subir degrau a degrau, fica bem mais fácil e encorajador, não acha?

Há vários estudos que comprovam que não há nada tão motivador como a sua crença nos seus objetivos, pelo que estes devem ser definidos muito a sério e sempre pela positiva. Acreditar é essencial para que possa envolver-se emocionalmente. Estabelecer um cronograma de passos mensuráveis e alcançáveis vai ajudar a tornar os objetivos mais próximos e mais reais.

Nas sessões de coaching não vamos trabalhar todos os seus objetivos em bloco. Vamos primeiro definir qual é a área que possa ter maior impacto na sua vida e dentro dessa quais são os objetivos prioritários.

Mudar os paradigmas

Quando tiver em mente quais são os seus objetivos e quais são os passos que tem que dar a curto prazo, torna-se necessário definir as soluções, ou seja, a forma como os pode implementar na prática. A ideia aqui é tentar uma mudança de paradigma, tentar encontrar soluções mais fáceis para dar passos mais difíceis. Acredite que sabe quais são as soluções mais eficazes. O seu coach vai ajudá-lo a aceder a essas possibilidades.

Quando já tiver consciente qual é a sua realidade, quais os seus objetivos prioritários e as soluções que deve implementar no seu quotidiano, abre-se caminho à ação, propriamente dita. Agir é a mais interessante fase do coaching, porque é quando tudo começa a ter realmente uma forma, tomando sentido. O seu coach vai ajudar a marcar um conjunto de tarefas que poderá começar de imediato, entre sessões, para despertar a mudança adormecida, que assim vai realmente acontecer. Prepare-se, porque a viagem que vai transformar a sua vida para sempre começa mesmo aqui!

Ação e compromisso

No momento em que cumpre com o planeamento e com os seus compromissos, revela que assumiu definitivamente o rumo dos acontecimentos e que se responsabilizou na verdade pelos seus objetivos e é só uma questão de tempo e um pouco mais de esforço até os conseguir.

O desafio é manter-se focado, objetivamente, naquilo que são as suas tarefas prioritárias, até que consiga realmente concretizar esse pequeno passo, subir este degrau. O seu coach vai estar consigo para avaliar dificuldades, resistências e eventuais falhas. No coaching não acreditamos em fracasso, porque na realidade não existe. Só existem resultados. Se as suas ações não estão a produzir o resultado esperado isso deve ser interpretado e analizado, porque seguramente há que corrigir algo na metodologia. Sessão a sessão vão sendo introduzidos ajustes para que possa contar com o seu melhor desempenho.

O processo de coaching desenrola-se em cerca de 10 sessões. Não é aconselhado que se ultrapassem para não desenvolver dependência. A missão do coaching é facultar-lhe as ferramentas para que possa avançar sozinho pelo que não é tão importante uma mudança radical, mas antes a aprendizagem que favoreça a mudança efetiva e autosustentável, ou seja, espera-se que no final do processo tenha desenvolvido um modelo de pensamento e de questionamento que lhe permita avançar rumo ao seu sucesso pessoal, independentemente do que isso significa para si.

 
 
 

Até ao final deste mês, estamos a oferecer uma sessão de coaching gratuíta e sem compromisso. Marque já!