1. Início
  2. Blog Desenvolvimento Pessoal
  3. Inteligência emocional
  4. Como desenvolver a Inteligência Emocional: 7 dicas práticas

Como desenvolver a Inteligência Emocional: 7 dicas práticas

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

A inteligência emocional é um conceito trabalhado e estudado pela Psicologia, e este estudo é essencial, pois o ser humano, para evoluir como pessoa e profissional, deve trabalhar essa habilidade em si mesmo.

Ou seja, a capacidade de lidar com os seus próprios sentimentos, bem como com os dos outros, tem sido uma habilidade muito valiosa. Vamos ver mais acerca desse assunto?

 

O que é a inteligência emocional?

Podemos dizer que Daniel Goleman é o pai da inteligência emocional, pois dedicou-se a estudar mais sobre esse fenómeno.

Goleman é escritor e PhD da Universidade de Harvard. Ficou conhecido quando trouxe à tona o embate entre o quociente de inteligência (QI) e o quociente emocional (QE).

A inteligência emocional é medida pelo seu quociente emocional (QE), que tem sido um fator de peso na contratação de profissionais, bem como em outras situações do nosso quotidiano, quando somos avaliados.

A inteligência emocional, segundo alguns relatos, foi abordada pela primeira vez em 1966, num artigo americano Hanskare Leuner.

Goleman descreve-a como a habilidade das pessoas gerenciarem os seus sentimentos de modo eficaz. Para ele, a inteligência emocional é essencial para a plenitude da inteligência num indivíduo.

 

Qual é a importância da inteligência emocional?

Quanto mais aprimorada for a nossa inteligência emocional, mais nos sentiremos confortáveis e prontos para resolvermos problemas e novas situações.

Hoje, vivemos num mundo de mais pressão e mudanças, o que requer de nós uma adaptação constante. 

E com isso, ter inteligência emocional é essencial para responder aos novos desafios, de modo mais seguro e assertivo.

Um indivíduo que não seja emocionalmente inteligente pode colocar tudo a perder, ao tomar uma decisão importante no calor da emoção, sem ponderar as consequências da sua decisão.

Também a ciência já mostrou que algumas doenças, como o cancro e a diabetes, têm uma relação direta com emoções não controladas. Por isso, a importância de aprendermos a lidar com os nossos sentimentos e emoções.

Desenvolver a inteligência emocional é importante ainda para as empresas. Algumas delas têm valorizado mais essa habilidade no indivíduo do que qualquer outra competência técnica, segundo a revista Forbes.

Homem sério e pensativo fazendo suposições, parecendo certo e pensando Foto gratuita

Como desenvolver a inteligência emocional?

Para desenvolver a inteligência emocional, segue estas nossas recomendações, pois, com certeza, elas serão úteis:

 

Avalia o teu comportamento

Analisa, segundo as situações que te aparecem, independentemente de serem boas ou más.
Presta atenção a quais reações da tua mente e corpo foram instigadas. Procura ainda descobrir o que te levou a ter certas reações físicas ou mentais.
É preciso avaliar as nossas atitudes e sensações e procurarmos entender como elas impactam o nosso dia a dia. Quando notamos que os resultados foram negativos, isso traz-nos mudanças internas.

Então, avalia o teu comportamento e sensações.


Domina as tuas emoções

Algumas pessoas são mais tranquilas, outras mais enérgicas, embora todas possam cometer erros precipitados, no calor das emoções.
Algumas formas de reações estão gravadas na nossa mente, ou seja, no subconsciente. É uma maneira de reagir que nos acompanha desde a infância.
Mas o nosso cérebro precisa de se adaptar às diferentes situações e começar a reconhecer que certas atitudes podem trazer desconforto nas relações ou atrapalhar as nossas relações pessoais. O que não é bom!
Por isso, aprende a dominar os teus impulsos e emoções. Algumas atividades podem ajudar nisso:
Respirações profundas;
Meditação;
Caminhada ou corrida;
Pilates;
Yoga.
Ou seja, estes exercícios que te tiram de um momento de inquietação ou impulso, propiciam o autocontrolo.
Enfim, usa essas alternativas para dominar as tuas emoções.

Trabalha as emoções negativas

Lidar com emoções negativas é necessário no nosso dia a dia, mas precisamos de trabalhar essas emoções.
Quando as emoções negativas, tais como a raiva, insegurança e o medo surgirem, tenta dominá-las, ou seja, não permitas que elas te controlem.
Lembra-te de que o teu lado racional deve ponderar a situação e não deixar que as emoções falem ou ditem como vais reagir.


Pratica o responder, em vez de reagir

Para Daniel Goleman, o cérebro humano emocional responde às situações mais rapidamente, em comparação com o cérebro racional.
Por isso, precisas de perceber a diferença e importância entre responder e agir.
O processo de reagir, muitas vezes, ocorre de maneira inconsciente, onde somos acionados por gatilhos emocionais, que nos fazem expressar emoções de modo instantâneo.
Por outro lado, responder é um processo consciente que abarca observar como te sentes e, depois, decidir como te vais comportar.


Pratica a empatia

Quantas vezes já te colocaste no lugar do outro? Procurando entender o que ele sentia ou passava? Esse é um estado de empatia.
Desenvolver a inteligência emocional envolve também trabalharmos a empatia em nós.
Então, ao quereres comportar-te de certa maneira com o outro, pergunta-te: porque é que me estou a sentir ou a reagir dessa maneira?
Presta atenção aos teus sentimentos e comportamentos, pois isso vai-te tornar mais sensível e disponível para prestar atenção ao outro.


Aprende a lidar com a pressão

Atualmente, temos experimentado um novo contexto social, o que nos trouxe situações de mais exigências e pressão.
Então, aprender a lidar com situações de novas demandas e pressão é essencial, pois tende a ser constante.
Muitas questões do dia a dia pedem soluções mais rápidas. E uma pressão pode vir de alguém da tua família, do chefe, ou de um amigo, por apresentarmos alguma solução.
Contudo, não podemos ceder à situação ou deixar que a ansiedade, ou uma reação rápida, domine a situação.

Por fim, neste artigo, pudeste saber mais sobre como desenvolver a inteligência emocional, uma habilidade de hoje e do futuro, que todos devem desenvolver se desejarem ser bem-sucedidos.
Como viste, essa habilidade pode ser desenvolvida por qualquer um de nós, mas requer treino, até porque a nossa mente é treinável, segundo o que queremos.


E, se este post foi importante para ti, partilha-o com um amigo!