"Não sou eu que tenho os defeitos todos"

CI4
 

Tantas vezes nos colocamos numa situação em que assumimos todas as responsabilidades, todas as culpas, do que está errado nas nossas relações. É importante dar o primeiro passo demonstrando a humildade de assumir a possibilidade de estar errado e de ser vulnerável. Nas relações, isso deixa o outro incapaz de ter uma reação mais agressiva - que muitas vezes constitui apenas um movimento defensivo - e abre a porta ao seu próprio reconhecimento das suas fragilidades e possivelmente assumir também as suas responsabilidades. Neste patamar de igualdade é fácil negociar soluções, sem que ninguém saia diminuído, que é, afinal, o mais importante.

A proposta do coaching é que compreendas quais são as tuas responsabilidades e que as assumas, mas que jamais aceites rebaixar-te e humilhar-te assumindo responsabilidades que não são tuas.